• Marilia Naspolini Studio

Você tem Bursite?


Bursite é a inflamação da bolsa sinovial, uma estrutura cheia de líquido que se localiza entre um tendão e a pele ou entre um tendão e o osso, com função de amortecimento, e auxílio no deslizamento dos tecidos e sua nutrição.

A doença pode ser aguda ou crônica.

A ocorrência de bursite é mais comum nos ombros, cotovelos e quadril. Mas ela também pode ocorrer nos joelhos, calcanhares e no dedão do pé, além de outras articulações. Em geral, bursite ocorre perto das articulações que realizam movimentos repetitivos.

No caso da bursite no ombro, há dor localizada na parte superior e anterior do ombro e dificuldade no movimento. Seu tratamento consiste, basicamente, no uso de anti-inflamatórios, repouso dos braços, evitando esforços e a fisioterapia pode ser de grande ajuda.

A causa mais comum de bursite é a repetição de movimentos em determinadas articulações ou posições que possam causar danos às bursas. Isso pode acontecer nas seguintes situações:

  • Lançar bolas ou levantar algo sobre sua cabeça repetidamente

  • Apoiar-se em seus cotovelos por longos períodos de tempo

  • Ajoelhar-se por períodos longos de tempo

  • Ficar muito tempo sentado, principalmente sobre lugares pouco confortáveis e com superfícies duras

  • Alguns bursas, como no joelho e cotovelo ficam logo abaixo da pele. São esses os locais do corpo com maior risco de traumas que podem ocasionar à bursite.

Além do uso excessivo e crônico das articulações, bursite também pode ser causada por traumas ortopédicos, processos reumatológicos, gota ou por algum tipo de infecção. Algumas vezes, a causa da bursite não pode ser determinada.

Os sintomas da bursite no ombro são:

  • Dor em todo o ombro, especialmente na parte superior;

  • Dificuldade em levantar o braço acima da cabeça, devido à dor;

  • Fraqueza muscular em todo o braço afetado;

  • Pode haver sensação de formigamento local que irradia por todo o braço.

Para confirmar que realmente é uma bursite o fisioterapeuta e o ortopedista poderão palpar o ombro dolorido e pedir para a pessoa realizar alguns movimentos específicos para avaliar a dor. Exames nem sempre são necessários, mas o médico pode solicitar um raio-x ou ressonância para verificar se existem outras causas para dor no ombro.

Qualquer pessoa pode desenvolver bursite, mas, de acordo com especialistas, alguns fatores podem aumentar o risco do surgimento da doença. Eles são:

  • Idade: a ocorrência de bursite se torna mais comum com o envelhecimento

  • Ocupações ou Hobbies: se uma pessoa trabalha em uma profissão ou tem um hobby que requer movimento repetitivo ou que exerça pressão sobre uma articulação específica, essa pessoa possui mais chances de desenvolver bursite também. Exemplos incluem jardinagem, pintura e tocar um instrumento musical

  • Outras condições médicas: artrite reumatoide, gota, diabetes e certas doenças sistêmicas aumentam o risco de desenvolvimento de bursite.

A bursite no ombro pode ser causada pelo uso em excesso da articulação, especialmente em movimentos que elevam o braço acima da linha da cabeça, como ocorre na natação, por exemplo.

Atletas, pintores e faxineiras são indivíduos muito propensos a desenvolver a bursite no ombro, devido à prática repetitiva deste tipo de movimento.

Mas a bursite no ombro pode surgir após movimentos bruscos, como levantar uma mala pesada, pancada direta ou cair no chão e apoiar-se com as mãos, havendo comprometimento articular, por exemplo.

Tratamento de Bursite

O primeiro passo para o tratamento de bursite envolve, basicamente, algumas medidas constantemente sugeridas por médicos, como repouso, aplicação de gelo no local da lesão ou água gelada pode trazer alívio da dor e vai ajudar a combater a inflamação, auxiliando no tratamento. Deve-se utilizá-la diariamente, durante 20 minutos, de 2 a 3 vezes por dia; e o uso de analgésico para a dor.

Dependendo do paciente, essas medidas bastam para tratar a bursite. Mas caso elas não sejam suficientes, o médico pode oferecer outras formas de tratamento, como:

  • Medicação. Se a inflamação for causada por uma infecção, o médico irá prescrever o uso de um antibiótico

  • Terapia. Seu médico pode recomendar fisioterapia ou exercícios (Pilates) para fortalecer os músculos na área afetada para aliviar a dor e prevenir a reincidência da bursite

  • Injeções. O seu médico pode realizar uma injeção de corticosteroide na região da bursa afetada para reduzir a inflamação. Este tratamento geralmente traz alívio rápido da dor e, em muitos casos, será suficiente para o tratamento

  • Punção para esvaziamento do conteúdo líquido inflamatório ou traumático

  • Cirurgia. Uma bursa inflamada sem melhora com tratamento conservador pode ser tratada cirurgicamente.

Fonte: Tua Saúde

#bursite #tendinite #corpoperfeito #engorda #fitness #hipertrofia #pilates #exercicios

38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo